Christian McPhilamy

 

O nosso rebelde de hoje é só uma excelente pessoa que escolheu dar sem pedir nada em troca. Que foi bullied, incompreendido, mas que soube manter o seu curso, manter-se fiel a si e aos seus objectivos. 

No mundo não há muita gente que sabe como definir objectivos e depois conseguir levar as suas intenções a bom porto. Não é o caso de Christian McPhilamy que o conseguiu fazer quando tinha apenas 8 anos. 

Christian tinha apenas 6 anos quando viu na televisão um anuncio do St. Jude Children’s Research Hospital sobre crianças que ao ficarem doentes perdiam cabelo.  

Deparado com esta realidade tomou uma decisão muito simples. Vou deixar crescer o cabelo e vou doar 25 cm de cabelo a crianças que dele tanto precisam.

Virou-se para a mãe, Deanna Thomas e declarou “eu quero fazer aquilo”. A mãe ficou boquiaberta com o que ouviu até porque conhecendo o filho “normalmente quando ele decide uma coisa não há como demove-lo. Ele não deixa que o demovam. Eu estava bastante confiante de que ele o ia conseguir fazer”.

Durante os dois anos seguintes McPhilamy deixou o seu cabelo loiro ficasse com mais de 30 cm. 

Durante esses 2 anos muita gente lhe chamou rapariga, foi vitima de bullying, teve adultos a perguntarem-lhe porque é que nao cortava o cabelo. Houve inclusivamente quem lhe oferecesse dinheiro para cortar o cabelo.

Mas todas estas pessoas tinham uma característica em comum. Começaram por julgar o Christian antes de conversarem com ele. 

Todas as pessoas que eventualmente acabaram por lhe perguntar porque é que ele tinha o cabelo tão comprido, renderam-se com a explicação da criança. 

Com 8 anos chegou a hora. 

Os pais ajudaram-no, seguiram todas as instruções e orgulhosamente Christian conseguiu doar 4 grandes rabos de cavalo de 30 cm à instutição Children With Hair Loss onde foram utilizadas numa peruca para crianças que estão a passar por este tipo de provação.

Deanna confessou ainda que “nao tem palavras para descrever o orgulho que tem no filho”. 

E sim, por vezes é necessário aparecer uma criança que com uma coragem tremenda e um objectivo muito simples no mostra como qualquer pessoa pode sair do seu caminho, desafiar os pressuspostos da sociedade e ajudar pelo simples prazer de que o pode fazer!